O potencial do mercado de coaching no Brasil

?????????????????????????????????????????????????

De acordo com uma pesquisa feita pela International Coaching Federation - ICF, no Brasil existem 4 coaches em atuação para cada um milhão de habitantes, enquanto na América do Norte e Europa essa média chega a 40 coaches por cada milhão de habitante. Esses números podem refletir um mercado muito promissor no Brasil, com grande margem para crescimento profissional e comercial.

Segundo Geronimo Theml, coach e criador do Programa Profissão Coach, um treinamento voltado para coaches que já exercem essa atividade, o mercado de coaching ainda engatinha no Brasil. “Existe um oceano inexplorado de oportunidades para aqueles que querem fazer um trabalho sério e focado na transformação dos seus clientes”, acredita.

No que consiste o trabalho de um coach?
O coaching é o processo de treinamento pelo qual passa o coachee (cliente). O treinador, então, é o coach. “O coach é um profissional capacitado a conduzir o cliente do estado e momento atuais para o estado e momento desejados. Isso ocorre nos diversos campos da vida, seja pessoal, profissional, afetivo, cuidados com a saúde, emagrecimento, atividade física e outros”, explica o especialista. Desta forma, o coach utiliza ferramentas práticas, ou seja, técnicas, que auxiliarão o cliente pela jornada até a realização.

Geronimo Theml afirma que o trabalho desenvolvido pelo coach tem basicamente cinco etapas. A primeira delas é conhecer o foco do cliente. “Nesta etapa, ajudo o cliente a entender exatamente o que ele quer para a vida dele dentro do campo desejado”. Na segunda etapa, é traçado o planejamento, como o cliente chegará ao local desejado. Depois, na etapa três, passa-se para a ação. “Esta etapa é muito importante, pois muitas pessoas congelam no momento de entrar em ação por diversas crenças que elas podem ter e o coach ajudará com isso”. Na quarta etapa, com a melhora contínua, o coach trabalha a persistência e a melhoria continuada do cliente na direção do que foi planejado. Finalmente, é chegada a etapa cinco, na qual o resultado refletirá todo o trabalho desenvolvido nos passos anteriores.

O que é preciso para se tornar um coach?
Para ser coach, antes de tudo, é necessário que haja habilidade. No entanto, o coach acredita que isso pode ser adquirido com conhecimento, prática e repetição. Ainda, assim, o criador do programa Profissão Coach lista algumas características que devem estar presentes nas pessoas que desejam se tornar coaches. “É essencial gostar de gente, querer ajudar as pessoas a serem melhores e a se comprometerem com a evolução permanente”, completa.

Como o coaching no Brasil não é uma profissão regulamentada, qualquer um pode se tornar coach e não é necessária uma formação específica. Entretanto, para se destacar no mercado, o ideal é que se busque uma instituição que promova o conhecimento da metodologia do coaching de modo adequado. “É fundamental para quem quer atuar nessa área, mesmo não sendo uma exigência legal, ter uma formação em uma instituição séria, no Brasil ou no exterior”, recomenda Theml.

É necessário lembrar que um coach geralmente trabalha como autônomo e essa condição exige que o interessado nessa carreira enxergue sua atividade profissional como negócio. Para Geronimo Theml, há uma dificuldade dos coaches olharem para si dessa forma. “O que ensino no Programa Profissão Coach é como se tornar empreendedor da própria carreira”.

Quem são os clientes do coach?
Se antes o trabalho do coach era voltado para profissionais de altos cargos ou empresas específicas, hoje diversos tipos de pessoas buscam esse tipo de ajuda. “Ao longo da minha carreira, já atendi jovens universitários que queriam definir o que fazer após se formarem, juiz de direito que gostaria de emagrecer, mulher que desejava ter um relacionamento sério, pessoas que queriam passar em concurso público, médico que tinha como objetivo se desenvolver profissionalmente, entre outros”.

Matéria do site Profissional & Negócios

Share on LinkedInShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someoneCompartilhe
Comente: